Divulgando Empregos
Notícias de Concursos e Vagas de Empregos

Concurso Público da Polícia Civil do DF 2019 oferece 300 vagas para cargo de Escrivão

O concurso da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) 2019 já foi publicado no Diário Oficial do DF, portanto, está autorizada a sua realização. O certame promete 300 vagas para o cargo de escrivão de polícia e será realizado esse ano. Agora, é aguardar a publicação do edital para ficarmos a par dos detalhes.

A expectativa é que o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (CEBRASPE), antigo CESPE, será escolhido como banca aplicadora e que, futuramente, haja a autorização para outros cargos.

Segundo o vice -presidente do Sinpol, sindicato da categoria, a defasagem de servidores públicos da área policial do Distrito Federal (DF) é a maior de toda história da corporação. O último concurso foi realizado em 2013, ou seja, o DF está há seis anos sem qualquer contratação.

Para quaisquer dos cargos, o requisito de escolaridade mínima é de nível superior em qualquer área, isto eleva bastante o nível dos concurseiros que estão em busca da tão sonhada vaga no serviço público.

Este concurso será altamente concorrido e um dos motivos é a remuneração, pois para escrivão, por exemplo, o valor inicial pode ultrapassar R$ 10 mil. Mas, passar na prova não será fácil assim, os concursos da área policial são longos e burocráticos. É um processo demorado que pode alcançar um ano de duração.

Leia Também: Ainda dá tempo de inscrever-se no concurso da SEDEST

Fases do Concurso

O concurso policial é composto por diversas fases com o objetivo de testar a capacidade do candidato para a investidura do cargo. As carreiras policiais costumam seguir um certo padrão:

1ª fase: prova objetiva e redação: por se tratar de concurso de nível superior, além da prova objetiva, é esperado que a banca peça a composição de uma redação discursiva.

2ª fase: Teste de Aptidão Física: para aqueles que passarem na fase acima, há o Teste de Aptidão Física, conhecido pelos concurseiros como “TAF”. O teste requer preparo físico de verdade, exigindo treino e preparação meses antes mesmo da prova objetiva. Geralmente inclui uma corrida, exercício da barra, realização de abdominais ou flexões. Alguns concursos pedem até teste de natação, como foi o ultimo concurso da Policia Militar do Distrito Federal (PMDF) realizado em 2018.

3ª fase: exames biométricos e avaliação médica: os candidatos devem providenciar uma série de exames médicos, que serve para comprovar a capacidade para exercer a função.

4ª fase: avaliação psicológica: junto a terceira fase, há uma avaliação psicológica que averígua se o candidato tem a capacidade mental de enfrentar o cotidiano e a realidade policial. Diversos testes são aplicados por um profissional qualificado para este processo.

5ª fase: sindicância de vida regressa e investigação social: já esta parte, costuma ser executada pela própria polícia e órgãos de segurança. É fundamental que o futuro policial civil seja alguém ético e de vida ilibada.

6ª fase: curso de formação profissional: a ultima etapa é um treinamento dado pela PCDF, mas, apesar disso, o candidato ainda pode ser desclassificado caso não alcance certo patamar.

você pode gostar também