Divulgando Empregos
Notícias de Concursos e Vagas de Empregos

Ano começa com expectativa de 1.900 vagas no Judiciário brasileiro

As carreiras ligadas aos Poder Judiciário costumam ser as mais almejadas no país. Mas, isso não é a toa. Segundo levantamento divulgado na segunda (7), pela empresa de Consultoria Visto em seu Guia Profissional 2019, os servidores da área contam com altos salários, além de benefícios e gratificações. E a ótima notícia é que a previsão para o setor este ano é em torno de 1.900 vagas.

O Supremo Tribunal Federal, ou a Suprema Corte, é o ‘topo da cadeia alimentar’ do Judiciário brasileiro. A ele cabe julgar as afrontas à Constituição Federal e até os atos do Congresso Nacional e da Presidência da República, e de suas decisões ninguém tem autoridade de contestar. O STF é composto por 11 ministros que, assim como os demais, são nomeados pelo presidente do Brasil.

Bem, agora que você já teve uma breve compreensão do que o Supremo significa, anote a dica para 2019, é esperada a abertura de concurso público para o STF, com oferta de 38 vagas.

Outro certame aguardado para este ano é o do Superior Tribunal de Justiça, com 50 vagas.

Considerado o Tribunal da Cidadania, o STJ também é de grande importância para a ordenação do país, pois é ele que garante o cumprimento das leis. Sua função é solucionar os conflitos existentes na sociedade, garantindo que os direitos dos cidadãos sejam preservados. O STJ é formado de 33 ministros, também nomeados pelo presidente da República.

Com 300 possíveis vagas, a Justiça Federal parece ser uma boa escolha para aqueles que querem focar em um só concurso. Afinal, são muitas vagas. A JF é divida em Tribunais Regionais Federais, classificados por região.

O TRF da 1ª Região tem sua sede no Distrito Federal, centro do Poder, mas também atende aos estados do Tocantins, Rondônia, Roraima, Pará, Piauí, Minas Gerais, Mato Grosso, Maranhão, Goiás, Amazonas, Bahia, Amapá e Acre;

O Tribunal Regional Federal da 2ª região, fica localizado no Rio de Janeiro e também atende judiciariamente o estado de Espírito Santo;

Na 3ª Região, a sede é em São Paulo e estende seu atendimento ao Mato Grosso do Sul.
A 4ª Região, está sediada em Porto Alegre, capital do Pernambuco, mas, também é responsável por Alagoas, Sergipe, Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba.

Tamanha diversidade e amplitude justificam o número de vagas.

Além desses setores do Poder Judiciário brasileiro que esmiuçamos para você, ainda há previsão de vagas para a Justiça Militar: 30 ofertas; Justiça Eleitoral: 860 oportunidades espalhadas por todo o Brasil; Justiça do Trabalho: ofertando 632 vacâncias; e o Conselho Nacional de Justiça que prevê seis vagas.

Motivos para estudar e o que não falta, com uma grande vantagem de que a grade curricular é muito semelhante. Portanto, basta começar a se dedicar para o primeiro e dar continuidade com os demais até ser aprovado. Está esperando o quê? Comece já! 😉

você pode gostar também